O coração mais belo!



Um jovem estava no centro de uma pequena cidade contava, pra quem quisesse ouvir, que tinha o coração mais belo da região.


Uma multidão cercou o rapaz e admirou o seu coração.


Não havia marca ou qualquer outro defeito.


Todos concordaram que aquele era o coração mais belo que já tinham visto.


Até que, de repente, um velho apareceu diante da multidão e disse:


- Por que o coração do jovem não é tão bonito quanto o meu?


A multidão e o jovem olharam para o coração do velho, que batia com vigor, mas tinha muitas cicatrizes.


O jovem olhou para o coração do jovem e falou:


- O senhor deve estar brincando. Compare nossos corações. O meu está perfeito, intacto, e o seu é uma mistura de cicatrizes e buracos.


- Sim, disse o velho.


- O seu coração parece perfeito, mas eu não trocaria o meu pelo seu. Cada cicatriz representa uma pessoa para a qual eu dei o meu amor. Muitas delas também me deram um pedaço do próprio coração para que eu colocasse no meu. Mas eu cultivo todas as cicatrizes porque me fazem lembrar do amor que compartilhamos.


O jovem ficou calado e lágrimas escorriam pelo rosto dele.


Aproximou-se do velho, tirou um pedaço de seu perfeito e jovem coração e ofereceu ao velho.


Em seguida olhou para o seu coração, agora imperfeito, porém mais belo que nunca.


Os dois se abraçaram com carinho e o jovem concluiu:


- Como deve ser triste passar a vida com o coração intacto.



Autor: Autor Desconhecido.

----------------------------------------------------


O QUE É, O QUE É?



Comentários

  1. são as cicatrizes que contam histórias nào?

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Dpois venho aki com calma, tem presente pra ti no Memorial. =)

    http://celamemorial.blogspot.com/2010/01/blog-5-estrelas.html

    ResponderExcluir
  3. Ih... meu coração tem cada buraco...

    ResponderExcluir
  4. Passando aqui para lhe desejar um ótimo final de semana, agradecer sua presença no Arca e deixar-lhe o meu carinho. Beijos e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  5. Olá Desabafando!
    Sim...são elas que contam, pelo menos, as maiores histórias...rs
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  6. Anjooooo!
    Obrigada, meu Lindo, tô passando por lá pra pegar.
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  7. Oi Marcos!
    rsrsrsrs eu tb tenho, meu querido! É que faz parte do show chamado vida! ;)
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  8. Olá querida Maria José!
    Obrigada pela presença, pelo carinho e pelo beijinho, te desejo um excelente fds e beijinhos e mais beijinhos!

    ResponderExcluir
  9. Sem emoções a vida não teria nenhum sentido.O sofrimento faz parte da alegria futura ou passada. Só é vendido o pacote completo.

    Com relação ao seu comentário no nosso blog, gostaria de te dizer o seguinte:

    Realmente é um pena que às vezes as chuvas provoquem tantos danos... Mas nós, nordestinos do sertão, temos uma visão de quase idolatria pela chuva. E muitas vezes o grande culpado não é ela: é o homem que a desafia.

    Peço que, se tiver um tempinho, dê uma olhadinha na postagem abaio, só para conhecer melhor minha visão da chuva:

    http://seridopintadocompalavras.blogspot.com/2009/03/dia-bom-e-dia-chuvoso.html

    ResponderExcluir
  10. Oi Pedro!
    Adorei o seu comment e concordo plenamente com ele.
    Qto ao seu post, que vc pediu para eu ler, já li e já comentei lá...bjo, bjo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Ei, seja bem-vindo! Deixe aqui as suas impressões...

Postagens mais visitadas deste blog

Plástico-bolha surgiu por acidente