sexta-feira, 7 de maio de 2010

E agora?

foto tirada da internet


"Depois de um bom tempo dizendo que eu era a mulher da vida dele, um belo dia eu recebo um e-mail dizendo: 'olha, não dá mais'. Tá certo que a gente tava quase se matando e que o namoro já tinha acabado mesmo, mas não se termina nenhuma história de amor (e eu ainda o amava muito) com um e-mail, não é mesmo? Liguei pra tentar conversar e terminar tudo decentemente e ele respondeu: mas agora eu to comendo um lanche com amigos'. Enfim, fiquei pra morrer algumas semanas até que decidi que precisava ser uma mulher melhor para ele. Quem sabe eu ficando mais bonita, mais equilibrada ou mais inteligente, ele não volta pra mim?

Foi assim que me matriculei simultaneamente numa academia de ginástica, num centro budista e em um curso de cinema. Nos meses que se seguiram eu me tornei dos seres mais malhados, calmos, espiritualizados e cinéfilos do planeta. E sabe o que aconteceu? Nada, absolutamente nada, ele continuou não lembrando que eu existia.

Aí achei que isso não podia ficar assim, de jeito nenhum, eu precisava ser ainda melhor pra ele, sim, ele tinha que voltar pra mim de qualquer jeito!

Pra isso, larguei de vez a propaganda, que eu não suportava mais, e resolvi me empenhar na carreira de escritora, participei de vários livros, terminei meu próprio livro, ganhei novas colunas em revistas, quintupliquei o número de leitores do meu site e nada aconteceu. Mas eu sou taurina com ascendente em áries, lua em gêmeos, filha única! Eu não desisto fácil assim de um amor, e então resolvi tinha que ser uma super ultra mulher para ele, só assim ele voltaria pra mim.

Foi então que passei 35 dias na Europa, exclusivamente em minha companhia, conhecendo lugares geniais, controlando meu pânico em estar sozinha e longe de casa, me tornando mais culta e vivida. Voltei de viagem e tchân, tchân, tchân, tchân: nem sinal de vida.

Comecei um documentário com um grande amigo, aprendi a fazer strip, cortei meu cabelo 145 vezes, aumentei a terapia, li mais uns 30 livros, ajudei os pobres, rezei pra Santo Antonio umas 1.000 vezes, torrei no sol, fiz milhares de cursos de roteiro, astrologia e história, aprendi a nadar, me apaixonei por praia, comprei todas as roupas mais lindas de Paris. Como última cartada para ser a melhor mulher do planeta, eu resolvi ir morar sozinha. Aluguei um apartamento charmoso, decorei tudo brilhantemente, chamei amigos para a inauguração, servi bom vinho e comidinhas feitas, claro, por mim, que também finalmente aprendi a cozinhar. Resultado disso tudo: silêncio absoluto.

O tempo passou, eu continuei acordando e indo dormir todos os dias querendo ser mais feliz para ele, mais bonita para ele, mais mulher para ele.

Até que algo sensacional aconteceu...

Um belo dia eu acordei tão bonita, tão feliz, tão realizada, tão mulher, que eu acabei me tornando mulher DEMAIS para ele. Ele quem mesmo?"

Martha Medeiros


16 comentários:

  1. Esse texto da Martha Medeiros é mesmo incrível.

    É de aplaudir!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Vendo bem, a melhor coisa que poderia ter acontecido foi ele terminar... esse cara anda fazendo bem para as mulheres... vc não trouxe nem uma lembrancinha para ele???

    Agora de boa, já ouvi tantos roteiros parecidos a esse seu após um fora... o que acontece??? tá no gene feminino, compensar???

    Alias tudo veio uma boa explicação... taurina com ascendente em aries... Jesus me abana!!!

    bjs adorei seu post.

    ResponderExcluir
  3. Martha sabe das coisas...

    Abraço, flor!

    ResponderExcluir
  4. She

    ja publiquei porque esse texto merece, quem já viveu sabe. bjs

    ResponderExcluir
  5. She, estou pensando em enviar este comentário ao Michel. Acha que devo? Quero a sua opinião. A sua e a dos outros que comentaram o texto.

    Por que o espanto no rosto ao lhe ver. Espanto? Você é um cara boa pinta, velho.
    Por que prantos ao lhe ver?
    Uma pessoa que só fala coisa que magoa.
    Meu, espero que sete anos depois essa relação tenha tido um desfecho positivo para vocês. (sorrio).

    Cara, tudo muda. E como é hoje? É a mesma canção?

    Abraço do Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Realmente incrivel

    Um beijo grande =*

    ResponderExcluir
  7. Oi, She

    Maravilha de texto.

    Bjs no coração!

    ResponderExcluir
  8. Oie querida Angélica, Martha Medeiros é ótima, né?! Bjoooo

    ResponderExcluir
  9. Oi Marcos, achei o seu comment muito engraçado, adorei, bjo, bjo!

    ResponderExcluir
  10. Oi Angel, é verdade tb acho que ela sabe das coisas sim...bjo, bjo!

    ResponderExcluir
  11. Oi Cris, falou tudo, quem já viveu sabe mesmo, muito bom! Bjooooo

    ResponderExcluir
  12. Oi Jefh, sorry, mas vi o seu recadinho tarde e já vi que vc postou lá o comment, né?! Bjo

    ResponderExcluir
  13. Oi Nilce que bom que gostou! Bjks!

    ResponderExcluir

Ei, seja bem-vindo! Deixe aqui as suas impressões...