sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Estupro X estRupo

Um dos erros mais comuns cometido por pessoas de diversos níveis de graduação é este.

Ao se referirem ao assunto abuso sexual, ao invés de falarem a palavra como corretamente ela é: ESTUPRO. Falam estRupo. Não minha gente! 

EstRupo como variante da palavra estupro, ou seja, abuso sexual, NÃO EXISTE. Em definitivo! Vamos aprender de uma vez por todas isso? Precisamos falar o nosso português certinho meus queridos. 

Mas... ao colocarmos a palavra estRupo no site VOLP vemos que ela existe. Como assim? Pois é, pois é. Mas vamos por partes. Primeiramente o que é VOLP, vocês sabem?

VOLP é o sistema de busca do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa que fica dentro do site da ABL, - Academia Brasileira de Letras - mas ele não dá a definição das palavras, apenas mostra que graficamente a palavra existe, logo estRupo existe. 

Mas calminha aí! NUNCA como variante de abuso sexual. EstRupo nada tem a ver com abuso sexual que comecei a falar no início deste post. Vamos aprender o que significa de fato para não confundirmos mais os dois? ;)

Segundo o dicionário AULETE DIGITAL que define as palavras em português o estRupo com o 'R' no lugar aparentemente errado significa:

substantivo masculino || (antigo, antiquado) tropel / tumulto / ruído. F. Compare com Estrupido e Estrupidar.

Logo, todas as vezes que vocês forem conversar sobre o crime de estupro, abuso sexual, coloquem o "R" no lugar certinho, depois da letra "P" para não arrumarem nenhum estRupo por aí, ok?! ;) (hehe)

Pronto, agora quando vocês ouvirem alguém usando a palavra incorretamente podem explicar que estão aplicando a palavra de forma errada, que ela realmente existe, mas para outro propósito, aliás ela era mais usada antigamente, hoje em dia quase ninguém usa no sentido de tumulto. 

É isso pessoal! Espero que vocês tenham gostado! :)) 

Beijo, beijo!


ATENÇÃO: O Plágio é crime e está previsto na Lei nº9610 sobre direitos autorais!



27 comentários:

  1. Que interessante. Gostei e nunca mais vou me esquecer!
    Valeu, She!
    Ótimo fim de semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. NOssa não sabia, e pior que a gente faz isso mesmo sem perceber.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. She, realmente uma ótima aula.
    Olha, eu não sabia que existia o estRupo e o significado, muito menos.
    Valeu!
    Xeros

    ResponderExcluir
  4. Adorei!!! Incrível como ainda vemos gente confundindo os dois! E eu que achei que essa segunda palavra nem existisse, mas faz sentido, pois já ouvi "os antigos" falando "estrupido".

    Outra que aprendi na escola e que nunca mais esqueci é que quiSer é sempre com S!!! Se vc nunca escreveu sobre isso, o que acha de um dia dar o toque??? Lembro que quando trabalhava com recrutamento no Brasil, muitas vezes enviava uma mensagem do tipo "se você quiser participar do processo seletivo...", e 9 de cada 10 vezes a criatura respondia e colocava em negrito ou em vermelho a minha frase, mudando o "s" por um "z"!!! Eu que passava por errada!!! bjs

    ResponderExcluir
  5. Vivendo e aprendendo...

    Bom fim de semana She.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  6. Ave!

    A gente vê/ouve/lê, cada absurdo


    Bjkas

    ResponderExcluir
  7. Muito bom querida!É necessário sempre entendermos as palavras em suas devidas colocações!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Super beijo e ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  8. Nussa!!!! Cruiz-crédu... rss

    Avisei meu "padrasto" que se ele num cuidasse di chiquita ela ia sê istrupada mai ora ou "menas" ora pêlos minino da arruéla qui nóis mora.

    Valeu a explicação... agora tô mai sabído

    Beijo
    Tatto/Xipan

    ResponderExcluir
  9. legal, tem cada pessoa..
    bom fds, beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Sim, existem muitos erros de português que se perpetuam a acabam virando uma variante coloquial, o que definitivamente não é... rs... é só erro mesmo.

    Estupro é uma palavra chata, melhor que fosse estrupo... rsrs. Enfim temos que nos adaptar a língua na medida do possível, porque senão vira uma bagunça.
    Beijocas

    ResponderExcluir
  11. Vou falar corretamente para não arrumar estRupo por aí...rsrsr. Gostei da aula amiga!!
    bjokas

    ResponderExcluir
  12. Oi She
    Adorei, bela aula de português.
    Achei muito interessante existir a palavra estrupo, com um significado tão diferente da outra similar.
    Bjim

    ResponderExcluir
  13. Es muy grato pasar por tu espacio..
    Después de mucho tiempo ausente. regreso por tu espacio
    Un abrazo
    Saludos fraternos...

    Que disfrutes del fin de semana.

    ResponderExcluir
  14. Se trata de parônimos e falta uma advertência que assinale os casos de paronímia nos vocabulários ortográficos. Sempre soube que o correto, no sentido de “violação sexual”, é “estupro” e que “estrupo” oficialmente quer dizer “barulho grande” (sinônimo de estrupido). Não apoio que mudem a língua simplesmente “porque as pessoas falam assim”. Se caminharmos por essa linha, daqui a pouco as pessoas estarão se "est(r)upiando" e acabarão "est(r)opiadas".
    Muito bom esclarecimento, She! Pois existem muitas pessoas escrevendo errado porque pensam e falam errado.
    Bom fim de semana!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  15. Muito bom.Não sabnia que a palavra estrupo existia mesmo,só a via como erro....Obrigada por compartilhar!!Bjsss

    ResponderExcluir
  16. Tenho passado por esse tal de EsTrupo CeLebral..rsrsrs

    Sempre é bom esclarecer, estamos longe de conseguir acertar a língua portuguesa, já que, o Povão achou de popularizar tudo em sua volta.
    Enfim, nós temos uma batalha pela frente ou virará uma verdadeira confusão!
    Valeu pela informação.
    bjo
    Ni
    ciadoleitor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Essa eu ADOREI. pq estrupo sempre me doeu nos ouvidos. Fiquei pasma de saber que existe!!!

    ResponderExcluir
  18. She,valeu pelo esclarecimento!Tem outra palavra que o pessoal se atrapalha: problema e pobrema...rsss...esse é o nosso país!...rsss...adorei o seu texto!Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  19. Não sabia que existia a palavra "estRupo"

    Estupro até é uma palavra pouco usada, infelizmente, cada vez se simplifica mais e se diz apenas violação.
    Contudo, e por falar em bom português, hoje em dia a confusão é total e a iliteracia aumenta a passos gigantescos.

    Neste país meu, à beira mar plantado, o português está cada vez mais mal fadado.

    Beijo

    ResponderExcluir
  20. Oi She,
    ADOREI!
    Beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. Adorei a aula, e sempre bom aprender a correção certa.
    As vezes se confundem mesmos. Estupro por Estrupo.
    Hoje as pessoas não se fiscalizam muito na correções, mas a internet tem uma parcela muito grande também.
    Adorei a postagem.

    Beijos e ótima quinta.

    ResponderExcluir
  22. Muito boa sua aula! Gostei! Eu não sabia que a outra palavra existia..vai ver que é por este motivo que fazem tanta confusão, não é?

    Beijão

    ResponderExcluir
  23. Bahhhhhhhh...morrendo e aprendendo...eu estava certa, mas não conhecia a outra palavrinha...
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  24. Oi, She!

    É sempre bom aprender mais a nossa língua portuguesa. Gosto muito desses esclarecimentos.

    Grande abraço e bfs
    Socorro Melo

    ResponderExcluir

Ei, seja bem-vindo! Deixe aqui as suas impressões...