sábado, 20 de julho de 2013

Quando a intimidade é amor



"Uma coisa que sei sobre intimidade é que existem determinadas leis naturais que regem a experiência sexual de duas pessoas e que essas leis não podem ser mudadas, da mesma forma que a gravidade não admite negociações. Sentir-se fisicamente à vontade com o corpo de outra pessoa não é uma decisão que se possa tomar. Tem muito pouco a ver com a maneira como duas pessoas pensam, agem ou conversam, ou mesmo com sua aparência. Ou o misterioso ímã está presente, ou não está." 

- Liz Gilbert - 


Fonte: Facebook

9 comentários:

  1. Esse livro....
    Essa cena....
    Vc escolheu muito bem...
    texto e imagem, super bem escolhidos...
    Julia Roberts é minha ídola!
    bj Sandra
    www.projetandopessoas.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não dei conta de assistir ontem.... ah, que pena!

    Essa frase se resume ao nosso "química". Qdo dois corpos não possuem essa química, não rola. Ou rola só pra não fazer feio (geralmente da parte dos homens).
    Mas qdo a sintonia é perfeita, não há defeitos no corpo que não desencante o parceiro.

    Beijos, She!

    ResponderExcluir
  3. Verdade. Química é algo fortíssimo, mas quando a cumplicidade se estende para o compartilhar pensamentos é muito bom. É perfeito ter quando corpo e mente se encaixam.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Ei She
    E quando este imã está presente é muito bom.....
    Beijinho.

    ResponderExcluir
  5. Sheilinha:

    Maravilhoso, esta autora do texto é a mesma do Comer, Rezar e Amar?

    Beijos e linda semana, sempre uma festa te-la no Lua.

    ResponderExcluir
  6. Olá, querida She
    A cumplicidade e o ímã são divinos...
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  7. Olá She

    Eu diria no ímã e na grande corrente elétrica que envolve os que se amam, como Kinho e eu.
    A quanto temp não é amiga. Sei bem que sumi do convívio de muitas amigas queridas. Tudo começou quando comprei o domínio do blog e perdi todos os contatos, pois esqueci de fazer backup. E nos anos seguintes passei a viver um tempo parte do ano no Brasil e parte nos Estados Unidos, onde estou atualmente. Este ano, embarcamos em um cruzeiro marítimo para a Europa, no final de março. Chegamos em lá no meio de Abril, ficamos uma semana e embarcamos para os Estados Unidos, onde ficaremos até 15 de Outubro e voltaremos para o Brasil. Aqui levo uma vida muito mais agitada que no Brasil. Moramos em um comdomínio, onde fomos bem aceitos pelos americanos. Todas as 6º feiras vamos com eles, a um jantar dançante, as 4º feiras participamos de um bingo, além de outros eventos como aniversários, bodas e etc.

    ResponderExcluir
  8. Que massa, compartilhando agora mesmo Sheilinha! bjs

    ResponderExcluir

Ei, seja bem-vindo! Deixe aqui as suas impressões...