sábado, 25 de dezembro de 2010

Café da Manhã...



Amanhã de manhã
Vou pedir o café pra nós dois
Te fazer um carinho e depois
Te envolver em meus braços

E em meus abraços
Na desordem do quarto esperar
Lentamente você despertar
E te amar na manhã

Amanhã de manhã
Nossa chama outra vez tão acesa
E o café esfriando na mesa
Esquecemos de tudo

Sem me importar
Com o tempo correndo lá fora
Amanhã nosso amor não tem hora
Vou ficar por aqui

Pensando bem
Amanhã eu nem vou trabalhar
E além do mais
Temos tantas razões pra ficar

Amanhã de manhã
Eu não quero nenhum compromisso
Tanto tempo esperamos por isso
Desfrutemos de tudo

Quando mais tarde
Nos lembrarmos de abrir a cortina
Já é noite e o dia termina
Vou pedir o jantar

***

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Ui!


Mamma Mia não resisti em compartilhar com vocês... Ui!

Excelente final de semana a todos! ;)

Beijo, beijo!
She

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

A Minha Oração Predileta!


Olá meus queridos!

Hoje venho dividir com vocês a Oração que mais mexe comigo, que mais me diz coisas sem ter por trás o eco de uma oração apenas gravada...

Orações precisam ser oradas com a alma e essa é uma das que mais me aproximam bastante de Deus...

Independente da época em que estamos ela sempre me faz muito bem!

Fé e piloto automático definitivamente não combinam...

Ficarei ausente por alguns dias, mas antes do Natal eu passo rapidinho para dar beijo, beijo em todos!

Fiquem com Deus! ;)

She


FOTOS: Google imagens



Fonte youtube: DrauzioMilagres

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

FANTÁSTICO!


Sabe, eu simplesmente AMO o mar! Não sei explicar a fascinação que ele me provoca, amo desde o seu cheiro ao seu gosto e a sensação inebriante que ele me causa...

Ele me acalma e me traz respostas... Adoro olhar aquele infinito banhado de grandiosidade!

E é por conta disso que tudo que me remeta a ele gera igual fascínio possuindo a minha atenção e é assim que decidi compartilhar com vocês um e-mail que recebi.

Todas as belas fotos são de um Havaiano que tira fotos do interior das ondas. Clark Little, de 39 anos, é um ex-surfista que resolveu dedicar-se a essa arte depois que sua mulher manifestou o desejo de ter uma foto no Havaí para decorar a casa do casal.

E há 2 anos ele vive do dinheiro que ganha com as vendas das fotos. Neste e- mail que está rolando por aí Clark conta que para conseguir as melhores imagens é preciso utilizar uma câmera que seja capaz de obter até dez fotos por segundo.

E as ondas que ele encara variam de 90 cm até 4,5 m. E é por isso que muitas foram as vezes que foi arremessado a até 10 m de distância de sua localização original.

E mesmo sabendo que existem grandes riscos pra ele, diz se garantir, um pouco, devido a sua enorme experiência como surfista. O que acaba o deixando à vontade para enfrentar as ondas sem medo.

E sobre o seu trabalho Clark diz:

"- O mar é a minha segunda casa e eu amo o que eu faço. Não existe para mim aquela sensação de encarar o trabalho como uma obrigação."

Poucas são as pessoas que têm esse merecimento e certamente ele deve ter o dele.
Abaixo apreciem mais algumas fotos! Dedico este post aos amigos fotógrafos que por aqui passam e que sempre me encantam com belas fotos em seus Blogs.












Fotos: Clark Little


Tem post novo no Blog Cabra Cega.

domingo, 5 de dezembro de 2010

La Cucaracha Here!


Olá pessoal!

Já fiz o meu post de hoje que é em homenagem as aniversariantes Lu e Isa, mas não resisti em voltar para contar uma história engraçada... Não viu o carinho? Quer ver? Então clique aqui!

Sabe, a frase que mais escuto de pessoas próximas é:

- Sheilinha só você mesmo pra falar ou fazer isso! (Ops!)

Por que será, né?

Aí resolvi passar para contar uma "situation" que aconteceu no Natal do ano passado...

Apesar de detestar Natal (ah gente desculpa, eu sempre choco quando falo isso, mas é a mais pura verdade, não gosto, acho triste e uma data falsa e isso nada tem a ver com o fato de ser o nascimento de Jesus Cristo, pra mim uma coisa é uma coisa, e outra coisa é outra coisa, mas depois conto sobre isso, voltando então...) sempre passei essa data reunida com a família, e no Natal do ano passado fomos para a Churrascaria Porcão Rio's, no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro.

Lugar caro e lindo, mas o Natal foi muuuuuuito fraco. Basta contar para vocês que fomos para a Ceia de Natal deles e quando faltava alguns minutos para a meia-noite tivemos que ir embora por que o restaurante fechava... COMO ASSIM? Pois é, isso mesmo que vocês leram, passamos a meia-noite do dia 24 para o dia 25 no carro voltando pra casa... Affffff!

Mas eu tô dando muitas voltas para contar sobre o título deste post!

Então, no Porcão estava cheio de gringos, e apesar da pessoa aqui ser jornalista tem uma dificuldade GIGANTE para línguas, principalmente para o inglês, mamma mia, acho que o neurônio disso não foi desenvolvido em mim não... Ui!

Fui alfabetizada em Francês, além de Português, claro, por que estudei a minha vida toda no Colégio Franco Brasileiro, famoso e conceituado aqui no Rio, mas também por não praticar, infelizmente já esqueci muita coisa... Mas isso é coisa que vou providenciar, mas o inglês, confesso, fujo dele, não consigo, não adianta!

E aí estava euzinha aqui no restaurante quando olho para o lado de fora e estava lotado de baratas e uma mirou justamente a porta em que eu me encontrava e seguiu em direção... E o que nos separava era uma mísera porta de vidro com um vão em baixo que qualquer barata passa... Aliás por que barata é um serzinho que passa em qualquer fresta de porta e demora pra morrer? Afff!

Só que algumas pessoas estavam cismando de passar por ali para ir ver a vista, tirar fotos, essas coisas, mas quando vi essa barata zanzando por ali e brincando de me apavorar decidi que ninguém mais passaria por ali, tomei a porta pra mim... Só que o lugar estava cheio de gringos!

E agora? Como falar que tinha barata ali fora e que eles não poderiam passar por ali! Meu Deus, quando vi quatro pessoas querendo passar e dar as boas-vindas para a barata fiz uma cara de pânico, arregalei os olhos e meti um:

- La cucaracha here! (kkkkkkkkkk)

A minha família morreu de rir, as minhas priminhas só me chamam de La Cucaracha e as pessoas que estavam querendo passar sorriram, amarelamente, e deram a volta abrindo uma outra porta bem longe de mim e que não daria tempo da barata correr, né?!

Será que eles entenderam o que eu disse? E pelo tamanho da lourice deles eu acho que eram holandeses... Xiiii aí danou-se de vez, né?!

É... Acho que fui chamada de doida! ^^

She

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Você sabe dobrar lençol de elástico?



Lençóis de elástico são uma beleza para forrar a cama, mas um saco para dobrar, se você é que nem eu que não sabe e/ou não tem muita paciência com eles assista ao vídeo.

Achei superinteressante, nada como ter técnica para as coisas, né?!

Beijo, beijo!
She