quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Prioridades e não falta de tempo!

imagem tirada do Facebook


Adoro Pedro Bial, mesmo sendo apresentador a 13 edições do programa Big Brother Brasil, pra mim continua sendo um dos melhores jornalistas que existe. Acho que uma coisa não invalida a outra, mas essa é a minha opinião. 

Por estes dias tenho falado muito sobre este assunto. Tenho falado muito no meu Face que no ano de 2013 eu vou deletar de vez de minha vida relacionamentos de mão única. Relacionamentos que só eu rego e procuro. 

O ator Tony Ramos disse no programa Estrelas, neste último sábado, dia 22 de dezembro, que amizades verdadeiras não precisam de cotidiano. Concordo, mas... elas, assim como qualquer outro tipo de relação, precisam de água e de adubo. É preciso regar, sim, é preciso cuidar, sim, é preciso ser mão dupla.

Sou libriana, o símbolo de meu signo é justamente uma balança, dois, duo, par. É assim que sou em tudo na minha vida. Até na minha vida profissional sempre fui de agregar, fechar parcerias, nunca  de concorrer com inimizades e malandragens puxando o tapete, se sinto o perigo e a mesquinharia me afasto. 

Tenho muitas amigas e amigos de longa data, de vários seguimentos, de infância, adolescência, colégio, faculdade, trabalhos, blogs e afins... Os que considero amigos nos sabemos lá. Quando nos precisamos estamos juntos na alegria e na tristeza, na saúde e na doença. 

Tenho conseguido, inclusive, manter encontros quase que mensais com algumas para nos atualizarmos, reforçarmos a amizade e matarmos a saudade. E ainda vamos embora com muito por falar. Fora a alegria dos encontros serem regados com muitas risadas. É uma delícia, é saudável. 

Mas... existem aqueles que sempre colocam a responsabilidade do sumiço no tempo. Ou melhor, na falta de tempo. Realmente a vida é muito louca e agitada para todos, não temos todo o tempo do mundo todos os dias, mas quando queremos temos nem que seja dez minutos.

No ano de 2013 me comprometo a me encontrar mais com amigas que ainda fiquei devendo um abraço neste ano, mas não fiquei sem falar com elas, estávamos sempre nos falando, nos tocando de alguma forma.

Eu sei que cada um é cada um, mas eu não estou aqui para ser figurante na vida de ninguém, quando eu entro na sua vida, eu entro na sua vida. E vamos combinar que hoje em dia só não faz contato quem não quer, né?! Pois falta muito pouco para sinal de fumaça ser mandado por pensamento. As formas de um contato sincero são inúmeras. Tanto no mundo do antigamente, como cartinhas e telefonemas, como nas atuais, e-mails e redes diversas sociais.

E o mesmo acontece com este meu filho aqui. Tenho percebido que meio que parei de priorizá-lo.  Essa que é a verdade. Quando comecei com o meu Cantinho há quase 5 anos, faz aniversário dia 23 de janeiro, é bem verdade que eu não tinha a quantidade de coisas pra fazer que tenho hoje, a começar por trabalho.

Ter um blog requer tempo sim, pois é deixar-se invadir por um assunto, bolar o texto, pensar numa imagem para ilustrar, postar e ainda visitar os amigos e no meu caso ainda responder aos comentários. E a louca aqui achando que era pouco o que tinha fez mais dois blogs. 

Indo na contramão do assunto deste meu post realmente me tem faltado um pouco de tempo, "abandonei" vários queridos blogueiros e espacei os meus posts. Antigamente eu postava dois assuntos por dia... Agora? Nem pensar, mal consigo um...

Fazendo uma reflexão já que a época é bem propícia para isso, veja aí com os seus botões se você tem mesmo falta de tempo ou é apenas falta de priorizar.

Lembrou de alguém que ama, mas que "por falta de tempo" não faz um carinho faz um tempinho? Então pause a leitura deste post e vai ali ligar, mandar e-mail, dar um oi no Face ou no Twitter, não importa a maneira, e sim a intenção, o carinho, o cuidado, o lembrar que você está aí e que eu estou aqui. Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença para os amigos também. 


- Sheila Mendonça -


ATENÇÃO: O Plágio é crime e está previsto na Lei nº 9610 sobre direitos autorais! 


quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Não julgue!

imagem Facebook


Um médico entrou no hospital depois de ser chamado a uma cirurgia de emergência. Ele respondeu o mais rápido possível, mudou de roupas e foi diretamente para o bloco cirúrgico. Ele encontrou o pai do menino indo e vindo na sala de espera do médico. Depois de vê-lo, o pai gritou:

- Por que você tomou todo esse tempo para vir, não sabia que a vida de meu filho está em perigo... você não tem senso de responsabilidade?

O médico sorriu e disse:

- Desculpe, eu não estava no hospital e eu vim o mais rápido que pude depois de receber a chamada... E agora eu gostaria que você se acalmasse para que eu possa fazer o meu trabalho.

- Me acalmar? E se fosse seu filho quem estivesse nesta sala agora, você estaria calmo? Se o seu filho fosse agora o que estivesse morrendo? - disse o pai irritado.

O médico sorriu novamente e respondeu:

- Eu vou dizer o que disse Jó na Bíblia: "Do pó viemos e ao pó voltaremos, bendito seja o nome de Deus.". Os médicos não podem prolongar a vida. Vou interceder por seu filho, vamos fazer todo o possível pela graça de Deus.

- Dar conselhos quando não estamos na situação é tão fácil - murmurou o pai.

A cirurgia levou algumas horas, depois o médico saiu feliz:

- Graças a Deus! Seu filho está salvo!

E sem esperar por uma resposta do pai com muita pressa olha para o relógio e foge. Ao mesmo tempo que vai ele diz:

- Se você tiver alguma dúvida, pergunte à enfermeira!

- Por que é tão arrogante? Não podia esperar mais alguns minutos para eu pedir mais informações sobre o estado do meu filho?

E a enfermeira, cheia de lágrimas pelo seu rosto, diz:

- O filho do Dr. morreu ontem em um acidente de estrada, o médico estava no cemitério quando você chamou para realizar a cirurgia do SEU FILHO. E agora que ele salvou a vida de seu filho, ele correu para terminar o sepultamento de seu próprio filho.

***

Não julgue as pessoas, você não sabe qual é a realidade delas...

Fonte: Facebook

sábado, 1 de dezembro de 2012