segunda-feira, 21 de novembro de 2011

O cético e o lúcido

imagem Google


No ventre de uma mulher grávida estavam dois bebês.

O primeiro pergunta ao irmão gêmeo:

- VOCÊ ACREDITA NA VIDA APÓS O NASCIMENTO?

- Certamente. Algo tem de haver após o nascimento. Talvez estejamos aqui principalmente porque nós precisamos nos preparar para o que seremos mais tarde.

- BOBAGEM. NÃO HÁ VIDA APÓS O NASCIMENTO. COMO VERDADEIRAMENTE SERIA ESSA VIDA?

- Eu não sei exatamente, mas certamente haverá mais luz do que aqui. Talvez caminhemos com os nossos próprios pés e comeremos com a boca.

- ISSO É UM ABSURDO! CAMINHAR É IMPOSSÍVEL. E COMER COM A BOCA? É TOTALMENTE RIDÍCULO! O CORDÃO UMBILICAL NOS ALIMENTA.
EU DIGO SOMENTE UMA COISA: A VIDA APÓS O NASCIMENTO ESTÁ EXCLUÍDA - O CORDÃO UMBILICAL É MUITO CURTO.

- Na verdade, certamente há algo. Talvez seja apenas um pouco diferente do que estamos habituados a ter aqui.

- MAS NINGUÉM NUNCA VOLTOU DE LÁ, DEPOIS DO NASCIMENTO. O PARTO APENAS ENCERRA A VIDA. E AFINAL DE CONTAS, A VIDA É NADA MAIS DO QUE A ANGÚSTIA PROLONGADA DA ESCURIDÃO.

- Bem, eu não sei exatamente como será depois do nascimento, mas com certeza veremos a mamãe e ela cuidará de nós.

- MAMÃE? VOCÊ ACREDITA NA MAMÃE? E ONDE ELA SUPOSTAMENTE ESTÁ?

- Onde? Em tudo à nossa volta. Nela e através dela nós vivemos. Sem ela tudo isso não existiria.

- EU NÃO ACREDITO! EU NUNCA VI NENHUMA MAMÃE, POR ISSO É CLARO QUE NÃO EXISTE NENHUMA.

- Bem, mas às vezes quando estamos em silêncio, você pode ouvi-la cantando, ou sente como ela afaga nosso mundo. Saiba, eu penso que só então a vida real nos espera e agora apenas estamos nos preparando pra ela...


***

(desconheço a autoria)

31 comentários:

  1. She,
    Que lindo esse texto. Amei. Uma analogia a vida após a morte. Perfeito.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  2. É isso mesmo Adriana! Recebi por e-mail e não resisti de trazer pra cá... ;) Que bom que gostou! Beijo, beijo!

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha lido nada parecido She! Sensacional... Amei :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Nossa queridona!
    Que texto diferente...nunca o havia lido antes!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Bem legal o texto com certeza, beijão She :-)

    ResponderExcluir
  6. Oi She.
    Que bacana este texto, ñ o conhecia. Mas sempre achei que existe esta ligação, a passagem do nascimento útero para a vida é semelhante com a passagem vida para morte. até escrevi em uma blogagem coletiva, fazendo algumas comparações. Este texto nos deixa uma reflexão. Sou cético ou sou lúcido??? Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Que texto lindo... eu sou lúdica e amei ;o)
    Cheguei aqui pelo blog da Luci, já tinha lido sobre seu livro em outros blogs, mas hj eu vim conferir.

    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  8. Lindo esse texto She, ainda não o conhecia, obrigada pela partilha.

    Bom dia!

    beijooo.

    ResponderExcluir
  9. Que linda reflexao!!!

    Valeu amiga!!!

    ResponderExcluir
  10. Passei pra dar um ôi e desejar uma semana abençoada! Bjnho!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi, She!

    PERFEITO! Uma belíssima associação com as nossas crenças e dúvidas, com relação a vida após a morte. Uns crêem, vêem evidências, outros não crêem, apesar delas, mas a vida é segue seu curso normal e majestoso... Linda mensagem? Me autoriza a copiar?

    Bjinhos
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  12. Nossa She!!! Adorei!!!Barbaro!!!
    Caramba...estou te seguindo de novo, nao sei porque nao estava recebendo as tuas atualizacoes!!!
    Bjks!!

    ResponderExcluir
  13. Lindo de mais muito bom para refletirmos, lindo post.grande abraço.

    ResponderExcluir
  14. Olá She!!! Obrigada pela visita e é um prazer te receber e conhecer :-)
    Belo texto!!!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Hahaha verdade né She? Tanta coisa linda pra ver aí eu esperando um cinema :P kkk

    Adooorei a ideia, preciso ir rápido praí! rs

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  16. Um texto, simplesmente maravilhoso
    Uma bela analogia com a vida atual e após a morte.
    Lindo!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. que coisa linda... *-* me emocionei! obrigada pela visita!! gostei de conhecer voce tb!! =) vou adicionar na minha lista pra ler sempre que eu puder. beijinhoo

    ResponderExcluir
  18. Ai que bonitinho essa história... aushausahsuahsaushaushaush

    Só imaginei a cena dos dois conversando dentro da barriga da mãe...
    bjbjbj

    ResponderExcluir
  19. Que texto fantástico, She!
    Grande descoberta você nos trouxe, pois os céticos, em tudo na vida, não acreditam no quem vem depois e é assim mesmo que agem.
    Amei, amei!
    um beijo grande, carioca

    ResponderExcluir
  20. Oi She,
    fantástico esse texto.
    Adorei!
    Beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. Temos sempre que crer em possibilidades. Sem isso, de fato não há vida.

    Beijos, flor.

    ResponderExcluir
  22. Seja bem vinda!!!
    q texto legal...gostei!!1


    /(,”)\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_…………….

    ResponderExcluir
  23. Fantástico! Tratou da existência da vida após a morte e de Deus, da melhor maneira que eu já vi. E tem gente que ainda não acredita?
    Vou divulgar seu post no twitter.
    Bjs♥

    ResponderExcluir
  24. Bebês filósofos, pensando sobre a vida, rsrsrs.
    Olá sou a seguidora de nº 600. Parabéns!

    ResponderExcluir
  25. Nunca li uma descrição tão explicativa, diferenciando o cético do lúcido!

    ResponderExcluir
  26. Que texto incrível, She!
    Me encantei com a comparação perfeita, nunca havia pensado nisso. Posso postar no meu blog? Com os devidos créditos, claro.
    Amei vir aqui e voltarei sempre.
    Bjo e bom finde.

    ResponderExcluir
  27. Vim retribuir a visita! Que texto mais profundo e delicado! Um ótimo final de domingo e uma semana abençoada pra você!
    Blão! Elaine
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Ei, seja bem-vindo! Deixe aqui as suas impressões...