quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

O que será do amanhã?

imagem tirada da internet

Três anos se passaram e a família destruída continua...

Um dos assassinos é liberado porque recebeu ameaça de morte.

Começa a viver no sistema judicial de proteção à vítima... como assim?

Nunca que eu vou entender a inversão de valores no Brasil.

Se um menor matar uma pessoa ele tem os direitos humanos ao seu favor, e se receber ameaça de morte vive sob custódia da justiça.

E o menino lindo da foto está como?

Morto!

E sua família está como?

Dilacerada pra sempre!

E os assassinos estão como?

Soltos se cumprirem 1/3 da pena com bom comportamento!

Por que a justiça penal do nosso país não se moderniza?

Os crimes seguem com facetas nunca vistas antes e a nossa constituição penal continua na década de 30...

É lamentável!

Que Deus nos proteja!

Amém!

Texto: Sheila Mendonça


6 comentários:

  1. É uma gde palhaçada a sentença no Brasil, 15 anos e cumpre apenas 3 ou menos, é um absurdo, os bandidos? Estão livres, leves e soltos eles teeem alimentação e morada grátiz é só optarem por matar ou roubar e nós, presos, endividados, assustados, é retrato deste país, pra vc meu anjo bjos, bjos e bjosssss

    ResponderExcluir
  2. coitadinho do assassino, né?! (ironia) recebendo ameaça de morte... e ele fez o q mesmo??? Matou!

    O mínimo q esse assassino merece é morrer "misteriosamente" na cadeia...

    Esse tipo de coisa me revolta MUITO!!!!!! Por isso que defendo o lema: Bandido bom é bandido morto! (de preferencia os estupradores, assassinos, traficantes, enfim...)

    beijo grande, Prima

    ResponderExcluir
  3. É assim que infelismente funciona a lei no Brasil.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  4. Meus queridos concordo com todas as manifestações de revolta!
    É uma tristeza isso tudo!
    Bjo, bjo e bjo! ;)

    ResponderExcluir
  5. Esse é o nosso país...os assassinos soltos e nós, cidadãos de bem, presos em casa, com medo deles...
    A certeza da impunidade é que faz com que a violência esteja nesse nível...enquanto não houver uma reforma no sistema judiciário, seremos reféns de barbaridades como essa...
    Beijos.

    ResponderExcluir

Ei, seja bem-vindo! Deixe aqui as suas impressões...